Radiografia e ultrassom como técnicas complementares para diagnóstico de litíases.

Hoje vamos falar sobre radiografia e ultrassom sendo usados como técnicas complementares para diagnóstico de litíases.

Essas duas técnicas devem ser usadas juntas (de forma complementar) nas suspeitas de litíases em uretra.

A ultrassonografia poderá trazer informações sobre a distensão da bexiga urinária, avaliação da parede vesical e ainda determinar se existe a presença de litíases vesicais, porém por este método de diagnóstico não será possível avaliar a uretra intra-pélvica, sendo assim é fundamental complementar o diagnóstico com uma radiografia.

O raio x, assim como a ultrassonografia, poderá também avaliar a distensão da bexiga urinária, além da presença de litíases vesicais, porém só este método permitirá dar o diagnóstico de litíases em todo trajeto da uretra. Deve-se lembrar que só as litíases radiopacas são visibilizadas pela radiografia.

Lembrar que ainda, em alguns casos, precisaremos do auxilio da tomografia computadoriza.